sábado, 10 de setembro de 2016

Uber, Livre Concorrência e Eleições para Prefeito 2016 em São Paulo

O que é o Uber? O que é livre concorrência? Uber e as Eleições Municipais de 2016 em São Paulo?

O que é o Uber?

O Uber é uma multi-nacional norte americana, originalmente fundada em 2009. Ele representa a linha de frente das tecnologias modernas aplicadas aos livre comércio e concorrência, diminuindo custos para motoristas e passageiros.

Funciona resumidamente da seguinte forma:
Eu tenho um carro e me cadastro como motorista da Uber. Mantenho o aplicativo aberto para receber corridas. Ao alarmar uma corrida, pego a corrida e atendo a corrida. Ao deixar o passageiro, encerro a corrida. O passageiro é cobrado diretamente pelo aplicativo e eu, como motorista, recebo pagamento diretamente da empresa Uber.

Uber é livre comércio.

Uber é livre concorrência.

Uber é tecnologia em favor das pessoas.

Uber é tecnologia agilizando e otimizando o dia a dia das pessoas.

Sobre-taxar ou proibir o Uber significaria um retrocesso.

Sabe-se que os taxistas para poderem trabalhar, disputam licenças de número limitado para poder circular e, muitos taxistas para acelerarem o processo ou pagam caro por uma licença ou alugam informalmente uma licença. Esse cenário aumenta o preço do serviço e causa grandes prejuízos na qualidade do mesmo.

Defender as causas dos taxistas é defender a corrupção.

A briga de taxistas contra o Uber é extremamente mafiosa e interesseira. A última preocupação dessa máfia é o bolso da população.

O que é Livre Concorrência


“O princípio da livre concorrência está previsto na Constituição Federal, em seu artigo 170, inciso IV e baseia-se no pressuposto de que a concorrência não pode ser restringida por agentes econômicos com poder de mercado. Em um mercado em que há concorrência entre os produtores de um bem ou serviço, os preços praticados tendem a se manter nos menores níveis possíveis e as empresas devem constantemente buscar formas de se tornarem mais eficientes, a fim de aumentarem seus lucros. Na medida em que tais ganhos de eficiência são conquistados e difundidos entre os produtores, ocorre uma readequação dos preços que beneficia o consumidor. Assim, a livre concorrência garante, de um lado, os menores preços para os consumidores e, de outro, o estímulo à criatividade e inovação das empresas.”

Ou seja, a restrição de licenças, custo de licenças, atualmente praticadas por taxistas não representam livre concorrência. Primeiramente pelo limite de acesso a licença. Em segundo lugar, a eficiência, redução de custos e otimização de ganhos provenientes de serviços que usam tecnologias mobile e em cloud representam a livre concorrência.

Uber e as Eleições Municipais de 2016 em São Paulo


  • Andrea Matarazzo (PSD) - QUER TORNAR O UBER MENOS VANTAJOSO - [https://www.youtube.com/watch?v=wAEo2bzFOa8] (nas atuais circunstâncias - porém, é nas atuais circunstâncias que a livre concorrência perdura // por quê ao invés de taxar o Uber como os Táxis, não tirar as taxas dos Táxis como no Uber?)
  • Celso Russomanno (PRB) - CONTRA O UBER
  • Fernando Haddad (PT) - A FAVOR DO UBER - MAS É PTista, Petralha, corrupto. Não votem nele.
  • João Doria (PSDB) - APARENTEMENTE A FAVOR DO UBER
  • Levy Fidelix (PRTB) - CONTRA O UBER
  • Luiza Erundina (PSOL) - APARENTEMENTE A FAVOR DO UBER - Mas PSOL é esquerda burra. Não votem nela.
  • Major Olímpio (SD) - CONTRA O UBER
  • Marco Feliciano (PSC) - EM CIMA DO MURO - Não está claro sua posição. Porém, representa uma frente política perigosa que trás a cegueira religiosa para a política, tendo assim força para criar currais eleitorais pela força da religião. Não votem nele.
  • Marta Suplicy (PMDB) - CONTRA O UBER
  • Ricardo Young (Rede) - A FAVOR DO UBER (Do partido de esquerda amadora da Marina. Não votem nele.)

Conclusão

Eu, como Téchne Digitus, posicionado em uma esquerda liberal democrata, nada alinhado com a esquerda no Brasil fico angustiado pela única opção não "esquerda-brasileira" a favor do Uber ser o inexpressivo João Dória do PSDB.

Porém...
Se é para ser contra PT e sua corja de aliados e, a favor do Uber, sou obrigado a votar no João Dória.

UPDATE - 03/10/2016
O candidato João Dória ganhou a eleição em São Paulo no primeiro turno com aproximadamente 53% dos votos válidos.
Nós do Téchne Digitus, ficaremos atentos a como o novo prefeito de São Paulo irá tratar o assunto do Uber de perto. Qualquer novidade, mais informações serão disponibilizadas em um novo post em: www.technedigitus.com.