Téchne Digitus InfoSec Artigos

<índice "[ Hacking ]-[ Redes de Comunicação ]-[ DeepWeb ]-[ Anonimato ]-[ Criptomoedas ]-[ Programação ]-[ InfoSec em Geral ]-[ Off-Topic but Important ]-[ Redes Sociais ]" />

Mostrando postagens com marcador anonimato. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador anonimato. Mostrar todas as postagens
Logo Téchne Digitus InfoSec

ProtonMail - Funcionalidades e Correções Futuras

ProtonMail - O E-mail Seguro

ProtonMail - Funcionalidades e Correções Futuras
ProtonMail - Funcionalidades e Correções Futuras

Suporte

Uma das coisas a se admirar no ProtonMail é o fato de que possui um suporte rápido e eficiente.

Novas funcionalidades

Uma vez acionado o suporte do ProtonMail ( support [at] protonmail.ch ) eles respondem em menos de 12 horas. E em um destes atendimentos eles informaram duas futuras e breves atualizações (melhorias)...

- Manter tabelas no corpo do E-mail ao encaminhá-lo

Atualmente (05/02/2015), caso receba um E-mail em HTML com uma tabela e queira encaminhar, o ainda limitado editor de E-mails não mantém as tabelas, desfigurando a informação. Informaram que a função de tabelas no corpo do E-mail levará algum tempo para ser implementado.

- Organização de Caixa Posta por Pastas

Basicamente criar pastas para organizar e ir "engavetando" seus E-mails... Uma funcionalidade tão simples ainda não implementada nesta versão BETA v.1.13 do serviço gratuito de E-mail Seguro na Suiça ProtonMail.ch.
Logo Téchne Digitus InfoSec

VPN Gratuita para Navegação Anônima - Download e Instalação do CyberGhost VPN

VPN Gratuita para Navegação Anônima - Download e Instalação do CyberGhost VPN

Reboot the internet
Reboot the internet

O que é uma VPN quando se fala em acesso "anônimo" a Internet?

VPN é a sigla de Virtual Private Network. Existem diversas soluções de mercado que visam prover um acesso a Internet Anônimo por meio de uma VPN.

VPN é basicamente uma conexão entre dois computadores na qual, o conteúdo trocado entre eles, é totalmente criptografado. Ou seja, outros hops (ou nós, computadores, ou quaisquer dispositivos) entre os dois, não poderão entender o que esta sendo "conversado" entre essas máquinas.

Imagine que você trabalha em uma empresa na qual tem um IPS, um Proxy, um Firewall ou qualquer outro dispositivo de segurança que limite, monitores, bloqueie e até mesmo registre seu acesso à Internet permitindo relatórios detalhados sobre o que você acessou. (No mercado, essas informações valem ouro para Big Data Business.)

Exemplos:
- Bloqueio de sites de redes sociais;
- Você precisa acessar remotamente o computador de um cliente via Team Viewer porém o administrador de rede bloqueou este serviço e não há como contatar esse admin para liberar em tempo de executar o seu trabalho;
- Privacidade. Imagine que onde você trabalha o pessoal de TI consegue "rastrear" tudo o que você acessa e depois gerar um relatório para seu chefe com todos os sites que você acessou.

Como uma VPN Gratuita pode me ajudar?


Basicamente, você fechará a VPN com a outra ponta... E essa outra ponta será o seu novo gateway para Internet. Ou seja, por essa ponta tudo está liberado e como toda sua conversa com esta ponta está criptografada. Dessa forma o conteúdo que antes era bloqueado agora é acessível e dentro da sua empresa, não ficarão logs com informações sobre o que você acessou.

Porém cabe aqui lembrar do cuidado com o histórico de seu browser e que, por mais que o que você acesse ficará oculto perante a monitoração dos administradores da rede de onde você trabalha, eles ainda serão capazes de identificar (se tiverem o mínimo de conhecimento e organização para isso) que você andou acessando uma VPN e, por consequência, deduzir ou questionar o uso da mesma.
Outro detalhe é: pelo menos no caso deste artigo, precisaremos instalar um programa em seu Windows. O que faz com que seja necessário acesso administrativo ao seu sistema.

Baixando e Instalando o CyberGhost VPN


1. Acesse o site: https://www.cyberghostvpn.com

site



2. Clique no botão verde "Free Download".

3. Faça o download do arquivo e salve-o em um lugar fácil de achar.

Download


4. Clique no ícone do arquivo baixado com o botão direito do mouse e escolha "Executar como administrador".

Executar como Administrador

5. Selecione a opção "I accept the agreement" e clique no botão "Next >".

I accept the agreement



6. Poderá aparecer uma mensagem de "Segurança do Windows". Isto é porque o software está criando uma interface lógica local que, quando a VPN estiver em uso, direcionará o tráfego criptografado para nosso novo gateway. Clique no botão "Instalar".

Instalar

7. Poderão aparecer algumas mensagens em pop-ups... No meu lab, apareceram duas. Uma pedindo para eu me inscrever no newsletter e concorrer a um iPad, e outra avisando de uma avisando que um dos servidores deles estará fora para manutenção. Pode fechar sem problemas essas pop-ups. E pronto! O CyberGhost está instalado!

CyberGhost Instalado


Usando o CyberGhost


1. Ao abrir o CyberGhost, irá ver um ponteiro indicando sua real localização e seu IP.
Para ativar o CyberGhost, clique no botão amarelo central.

Tela Inicial


2. Aparecerá uma tela com ele se conectando em algum servidor... Aguarde alguns segundos.
Se essa não for a primeira vez que estiver executando, pode ser que apareça um pop-up dizendo para aguardar alguns segundos enquanto sugerem para que você adquira a versão paga do software possui algumas vantagens: - mais rápido; - opção de escolher o servidor na qual irá se conectar e; sem tempo de espera.



3. E pronto! Você está conectado pelo CyberGhost. Agora, tudo que for acessado na Internet não verá seu IP real, mas sim um IP dos servidores da CyberGhost VPN. Outro detalhe é que agora os filtros como proxy, IPS etc. não poderão mais bloquear seus acessos e muito menos registrar o que andou acessando. Isso foi um passo em direção à liberdade e à privacidade!

Conectadp


4. Para desconectar, basta clicar novamente no botão amarelo e automaticamente voltará a utilizar seu IP real.

Se tiver dúvidas, poste as suas nos comentários!
Se curtiu as informações aqui presentes, compartilhe-as com seus amigos e colegas!

Logo Téchne Digitus InfoSec

A Filosofia por trás da Freenet

O texto abaixo é uma tradução do artigo original "The Philosophy behind Freenet" - https://freenetproject.org/pages/about.html) traduzido aqui com o intuito de estudos e disseminação da Freenet em contra peso ao Marco Civil da Internet no Brasil.

Take the red pill
Take the red pill


A Filosofia por trás da Freenet


Por Ian Clarke


1. A Renúncia

Existem várias razões que levariam pessoas a se envolverem com o projeto da Freenet. Alguns irão se identificar com o que foi escrito neste documento, outros podem se identificar somente com algum ponto especificamente, nas quais também servem os fins que aqui estamos tentando atingir e, alguns outros simplesmente vão aceitar o desafio técnico. Aqui estão algumas ideias nas quais me motivaram a arquitetar um sistema que, em primeiro lugar, mas não necessariamente representa o ponto de vista de todos os envolvidos no projeto da Freenet.

2. Leitura sugerida antes

Para que este documento faça sentido, você provavelmente deveria saber o que a Freenet é. Você pode ter uma boa noção através da seguinte página: O que é a Freenet?

3. A importância do fluxo Livre de informações

Liberdade de expressão, na maioria das culturas ocidentais, é geralmente considerada um dos mais importantes direitos que qualquer indivíduo pode ter. Por que a liberdade de compartilhar ideias é tão importante? Existem diversas maneiras de responder esta questão.

3.1 Comunicação é o que nos torna humanos

Uma das mais óbvias diferenças entre o ser humano e o resto do reino animal é a nossa habilidade em comunicar sofisticados e abstratos conceitos. Enquanto que constantemente descobrimos que a habilidade de comunicação dos animais é mais sofisticada do que assumida anteriormente, a nossa é diferente de qualquer outra abordagem de outros animais e também, o nosso nível de habilidade nesta área.

3.2 Conhecimento é bom

A maioria das pessoas,  tendo a opção de saber algo ou não, irá optar por ter mais informações do que menos. Guerras tem sido perdidas para quem tem mais informações. Isso porque nos manter bem informados permite-nos fazer melhores escolhas e, geralmente melhorar nossa habilidade de sobreviver e ser bem sucedidos.

3.3 Democracia assume uma população bem informada

Muitas pessoas hoje em dia vivem sob um governo democrático e, aqueles que não vivem, provavelmente querem. Democracia é uma resposta para a questão de como criar líderes, enquanto se previne dele o uso abusivo de poder. Isso se dá, fornecendo poder para a população regular seu governo através do voto, ainda que a habilidade de votar não signifique realmente que você viva em um país democrático. Para que a população possa controlar seu governo de forma eficiente, ela precisa agora saber o que seu governo está fazendo e, definitivamente para isso, precisa estar bem informada. Isso é um comentário redundante mas isso pode ser quebrado se o governo tem o poder de controlar o acesso que as pessoas têm às informações.

4. Censura e liberdade

Todo mundo valoriza sua liberdade, de fato, muito consideram-na tão importante que morreriam por ela. As pessoas gostam de pensar que são livres para formar e defender qualquer opinião que quiserem, principalmente em países ocidentais. Considere agora alguém que tenha a habilidade de controlar as informações que você acessa. Isso daria a esse alguém a habilidade de manipular sua opinião escondendo alguns fatos de você, apresentando algumas mentiras e censurando quaisquer informações que a contradiga suas mentiras. Isso não é só uma ficção de Orwell, isso é uma prática padrão na maioria dos governos ocidentais que mentem para suas populações, tanto que, as pessoas os apoiam, pervertendo os princípios democráticos que justificam a existência de seus governos.

5. A solução

A única forma de garantia, em uma democracia, é de ter uma forma para que o governo não controle os meios em que as pessoas compartilham informações, não controle também a forma com que as pessoas se comuniquem.

6. A censura algumas vezes não é necessária?

É claro que não é uma questão de preto no branco e existem várias pessoas que sentem que a censura é algo bom em algumas circunstâncias. Por exemplo, em alguns países europeus, onde propagar informações racistas é ilegal. Os governos buscam impedir as pessoas de defender ideias que poderiam causar grandes danos para a sociedade. Há, entretanto, duas respostas para isso. Primeiro que você não pode permitir os que estão no poder de impor "a boa" censura, sem permitir que imponham a "má" censura. Para impor alguma forma de censura, um governo precisa ter a habilidade de monitorar e então restringir comunicações. Já há uma série de críticas quanto a censura anti-racista em vários países europeus de que esteja dificultando uma análise histórica legítima de eventos como a segunda guerra mundial.

O segundo argumento é que a "boa" censura é anti-produtiva mesmo quando não atua nas áreas erradas. Por exemplo, é geralmente mais eficiente quando tentamos convencer alguém de algo apresentando ideias anti-racistas para contra argumentar contra racistas. Infelizmente, impedir que as pessoas conheçam os argumentos racistas mais sofisticados, torna-as vulneráveis a esses argumentos quando se depararem com eles.

 É claro que o primeiro argumento é mais forte e ainda assim, estará correto, mesmo se você não concordar com o segundo. Basicamente, ou você está sob censura ou não. Não há meio termo.

7. Mas por quê o anonimato é necessário?

Você não pode ter liberdade de expressão se não tiver a opção de permanecer anônimo. A maioria das formas de censura são retrospectivas, é mais fácil cortar a liberdade de expressão de uma pessoa depois que ela já a exerceu, do que prevenir que ela faça isso antes. A única forma de prevenir isso, é permanecendo anônimo. É uma errônea e comum concepção de que você não pode confiar em informações anônimas. Isso não é necessariamente verdade, pois usando uma assinatura digital uma pessoa pode criar um pseudônimo seguro e anônimo que, em tempos, as pessoas podem aprender a confiar. A Freenet incorpora um mecanismo chamado de "sub-espaços" para facilitar isso.

8. Mas e os direitos autorais?

É claro que muito da publicidade da Freenet está centrada a questão dos direito autorais e, na qual irei abordar brevemente. O problema central com os direitos autorais é que seus esforços requerem monitoração das comunicações e, você não pode garantir liberdade de expressão se alguém está monitorando tudo que você diz. Isso é importante, a maioria das pessoas não conseguem ver ou entender este ponto quando debate-se a questão de direitos autorais, então vamos deixar claro:

Você não pode garantir liberdade de expressão e ao mesmo tempo apoiar leis de direitos autorais.


Essa é a razão por qual Freenet foi um sistema desenhado para proteger a Liberdade de Expressão e não defender a questão de direitos autorais.

9. Mas como os artistas serão recompensados pelos seus trabalhos sem os direitos autorais?

Primeiramente, até mesmo se os direitos autorais fossem a única forma dos artistas serem recompensados por seus trabalhos, então sou forçado a dizer que ter liberdade é mais importante do que ter artistas profissionais (aqueles que dizem que não teríamos arte é porque não entendem a criatividade: pessoas sempre vão criar, isso é uma compulsão, a única coisa que podem fazer em suas vidas).

Em segundo lugar, é contestar o fato de se os direitos autorias foram realmente eficientes até hoje. A indústria da música é a maior opositora ao desenvolvimento das tecnologias de comunicações, ainda que acordando com muitos artistas que seriam recompensados por direitos autorais, estão falhando nisso também. Pelo contrário, têm permitido um cara no meio, ganhando controle sobre os mecanismos de distribuições em detrimento de ambas as partes: os artistas e o público.

10. Alternativas aos Direitos Autorais

Infelizmente, eu não vou abordar este assunto. Há muitas maneiras alternativas de recompensar artistas. A mais simples é o pagamento voluntário. Isso é uma extensão do sistema de patrocínio que é usado frequentemente antes dos direitos autorais, que é uma pessoa rica financiando e pagando artistas para que possam criar em tempo integral. A Internet permite uma extensão interessante para essas ideias, aonde ao invés de existir um patrão rico, você pode ter centenas de milhares, contribuindo pequenas porções de dinheiro pela Internet.

Nós atualmente praticamos o que pregamos a este respeito também. Em 15 de março de 2001 o Projeto Freenet começou a obter doações e em uma semana arrecadou mais de $1000.
Logo Téchne Digitus InfoSec

O que é a Freenet?

Freenet Logo Téchne Digitus InfoSec

O que é a Freenet?

"Preocupo-me com minha filha e a internet o tempo todo, até mesmo porque ela é muito nova para já estar logada. Minha preocupação é  se daqui a 10 ou 15 anos, ela  vir até mim e dizer:
 "Papai, onde você estava quando levaram a liberdade de expressão para fora da Internet." -- Mike Godwin, Electronic Frontier Foundation

Freenet é um software livre que permite você anonimamente compartilhar arquivos, acessar  e publicar "sites livres" (web sites acessíveis somente a partir de dentro Freenet) e conversar em fóruns, sem medo de censura. Freenet é descentralizada para ser menos vulnerável a ataques e, se utilizada em modo "darknet", onde usuários só se conectam aos seus amigos, é muito difícil de se detectar.

As comunicações pelos pontos da Freenet são encriptadas e roteadas para outros pontos e tornando-os extremamente difíceis de determinar quem são, o que estão requisitando e o qual é o conteúdo.

Usuários contribuem para a rede, fornecendo banda e uma porção de seu disco rígido (chamado de "data store") para guardar arquivos. Os arquivos são automaticamente mantidos ou deletados dependendo de quão popular forem. Os menos populares são descartados para dar prioridade para os novos ou então, para conteúdos mais populares. Os arquivos são criptografados, então geralmente o usuário não consegue facilmente descobrir o que está em seu data store (e espera-se que não o façam). Conversas em fóruns, sites, e busca por funcionalidades, são todos armazenados no topo deste data store distribuído.

Baixado mais de 2 milhões de vezes desde que o projeto se iniciou, software de acesso a Freenet  é usado para distribuição de informações censuradas pelo mundo todo, incluindo países como China e outros países do Oriente Médio. Idéias e concepções pioneiras da Freenet tem tido significante impacto nas áreas acadêmicas do mundo todo.

O artigo "Freenet: A Distributed Anonymous Information Storage and Retrieval System", foi o mais citado na área das ciências da computação no ano de 2000 de acordo com o Citeseer. A Freenet tem também inspirado artigos no mundo todo sobre legislação e filosofia. Ian Clarke, o criador da Freenet e coordenador do projeto, foi selecionado como uma das 100 pessoas mais inovadoras do ano de 2003 pela revista "MIT's Technology Review".

Um recente e importante desenvolvimento, o qual pouquíssimas redes anônimas têm acesso, é a "darknet": Somente se conectando às pessoas confiáveis, usuários podem de forma eficiente, reduzir suas vulnerabilidades e ainda se manterem conectados na rede mundial através de seus amigos, ou amigos de amigos e assim por diante. Isso permite as pessoas  usarem a Freenet até mesmo em lugares onde a Freenet é ilegal, tornando-a muito difícil de ser bloqueada pelos governos e impedir que entrem em um "mundo livre".

Parece bom? Então baixe, instale e navegue pela Freenet! Clique aqui para fazer o Download.

---

Para saber mais:

- A Filosofia por trás da Freenet
- Freenet para Windows - Download, Instalação e Configuração Inicial
- Acessando um Site na Freenet e Adicionando aos Favoritos
- O que é Deep Web?